EDP foi alvo de ataque informático! Sistema de atendimento de clientes bloqueado

Views: 122
0 0
Read Time:1 Minute, 56 Second

Depois de várias campanhas de e-mail fraudulentas em nome da EDP, a empresa da energia sofreu agora um ataque informático. De acordo com as informações, foram afetados vários serviços importantes nas operações de teletrabalho.

Segundo o que se sabe, tais ataques não influenciam o abastecimento de energia aos portugueses.

A informação foi avançada pela SIC revelando que a  EDP foi alvo de um ataque informático. Em consequência foram afetados os serviços de apoio ao teletrabalho que está a ser garantido pelos profissionais a partir de casa.

O ataque iniciou-se esta manhã e ainda está a causar quebras no serviço de atendimento. Segundo revela o JN, “Os piratas publicaram na “dark web” uma mensagem em que reclamam 1580 bitcoins, o equivalente a 9,8 milhões de euros. Dão 20 dias para pagar até tornar todos os dados públicos.” A confirmar-se toda esta informação, a EDP foi alvo de um ataque de Ransomware.

EDP alvo de ataque de Ransomware…

O ransomware é um tipo de ameaça relativamente nova. Apesar do primeiro exemplo deste malware datar já do final dos anos 80, foi preciso esperar por 2013 para termos um exemplo cabal do que este novo tipo de ameaça é capaz. Foi neste ano que surgiu o Cryptolocker.  Um ransomware tem o seguinte modus operandi…

  1. malware é executado no computador hospedeiro, em segundo plano, sem afetar inicialmente o funcionamento da máquina;
  2. Os ficheiros de dados do computador e/ou de quaisquer discos a ele ligado, são criptografados em segundo plano, ficando ilegíveis, usando criptografia de chave pública;
  3. Após a encriptação de um número significativo de ficheiros de dados – ou de todos! – é exibida uma mensagem ao utilizador indicando o que se passa e exigindo (esta é a parte do resgate/ransom propriamente dito) o pagamento de uma quantia, através de Bitcoin ou outra criptomoeda semelhante, não rastreável, para desencriptar os ficheiros através do fornecimento da chave – saber mais aqui.

Ainda segundo o jornal, os piratas dizem estar na posse de informação sensível, e divulgaram o nome de pastas informáticas sacadas do servidor. São pastas de área de Recursos Humanos e de Finanças.

Contactada pelo Observador, fonte oficial da EDP disse que a elétrica desconhece qualquer pedido de resgate.

FONTE: PPLWARE

Previous post Mais de 500 mil contas do Zoom são distribuídas em fóruns na dark web
Next post Cinco medidas para evitar fraudes em períodos de crise, segundo a KPMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *