FBI revela que vítimas de ransomware pagaram US$144 milhões em Bitcoin nos últimos seis anos

Views: 68
0 0
Read Time:1 Minute, 14 Second

Uma conferência realizada nesta segunda-feira (24) pelo FBI revelou que ataques de ransomware roubaram grandes quantidades de Bitcoin desde 2013.

Durante a RSA Conference 2020, Joel DeCapua, agente especial de supervisão do FBI, disse que entre 1 de outubro de 2013 e 7 de novembro de 2019 foram feitos aproximadamente US$144,35 milhões em pagamentos a ransomwares.

De acordo com DeCapua, esse número inclui apenas pagamentos feitos com Bitcoin. “A grande maioria dos rendimentos de ransomware é pago em Bitcoin”, informou.

Os ransomware assumem o controle do sistema de um computador exigindo que a vítima efetue um pagamento, geralmente em BTC, para que a plataforma volte a funcionar normalmente.

DeCapua informou que a maioria das moedas adquiridas pelos hackers são vendidas em exchanges.

ransomware - exchange

A conferência revelou os tipos de ransomware que arrecadaram mais dinheiro. A Ryuk levantou US$61,26 milhões em resgates durante um período de um ano. Já a Crysis/Dharma arrecadou US$24,48 milhões em quase três anos, enquanto o Bitpaymer captou US$8,04 milhões em dois anos.

ransomware

Alerta

No dia 18 de fevereiro, o Departamento de Cibersegurança dos Estados Unidosemitiu um alerta para as indústrias de infraestrutura crítica com recomendações para evitar ataques ransomwares.

O alerta ocorreu após a Guarda Costeira dos EUA sofrer um ataque no qual as câmeras de segurança e os sistemas de controle foram desligados por hackers, fechando por mais de 30 horas o serviço de TI.

FONTE: BITCOIN NEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *