Os hackers estão vencendo a guerra cibernética?

Views: 74
0 0
Read Time:2 Minute, 15 Second

Sabemos que a questão da cibersegurança tem sido uma preocupação tanto por parte dos usuários quanto no mundo empresarial. Uma pesquisa realizada na Europa com quase 600 grandes empresas apontou que 61% dos líderes empresariais do conselho de sua empresa acreditam que, na guerra contra o cibercrime, os hackers são mais sofisticados do que os desenvolvedores de software. O estudo realizado para a rede global RSM pelo European Business Awards também mostra que 60% desses empresários acreditam que podem ter sido violados sem que soubessem e 73% se consideram em risco de crimes cibernéticos. Por sua vez, apenas 31% acreditam que sua estratégia de segurança os protegerá de um ataque cibernético e 21% afirmam não ter nenhum plano de segurança cibernética.

“Quando se trata de segurança cibernética, a falta de confiança das empresas é compreensível, porque a realidade hoje é que as ameaças são maiores do que proteção, o hacker está sempre dois passos à frente. Não apenas existem mais hackers, como também vimos um movimento em direção a sindicatos, onde organizações criminosas de todo o mundo estão unindo forças, trabalhando frequentemente em conjunto pela dark web com bastante frequência geopolítica, tornando a ameaça mais forte”, diz Gregor Strobl, chefe de tecnologia e garantia de riscos cibernéticos da RSM Alemanha.

É extremamente importante investir em controles para prevenir, detectar, conter e aumentar a confiança pode ser a diferença entre uma resposta controlada com pouco impacto ou um escândalo público, que inevitavelmente gera grandes prejuízos.

Também existem opiniões contraditórias sobre quem é o responsável pela segurança das empresas, com apenas 31% pensando que a responsabilidade pelo combate ao crime cibernético fica com o CEO e 20% dizendo que esse é o trabalho do gerente de TI. “Os resultados da pesquisa mostram uma imagem muito sombria da confiança das empresas européias em seus próprios recursos de segurança cibernética. É triste perceber que as empresas pensam que os hackers são melhores que o seu próprio pessoal. Mas, infelizmente, não é uma surpresa, considerando quanto tempo a indústria negligenciou a raiz do problema: habilidades cibernéticas. Eu recomendaria que as empresas não se afundassem no pensamento de que os hackers têm vantagem e realmente fazem algo a respeito”, diz James Hadley, CEO da empresa de habilidades cibernéticas Immersive Labs.

Ele ainda diz que as empresas precisam ter uma melhor supervisão da aparência de sua força de trabalho cibernética, onde estão seus pontos fortes e fracos e como capacitá-los para preencher as lacunas de suas defesas. A recomendação é que os profissionais de TI entendam o modus operandi dos hackers, tentando aprender como eles, para solucionar este problema.

FONTE: CanalTech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *